Menu

Coisas Lindas







Afundasão

Detesto levantar-me e ouvir logo: ?Já que estás de pé...?. A próxima vez que alguém bocejar vai levar com um ?Já que estás de boca aberta??.

Patife
@FF_Patife no Twitter

Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/napoleaozinho-qual-napoleaozinho.html

«É delas» - Susana Duarte - 22Jan2019 16:00:00
invocar o nome ausente
é libertar as asas para um vôo
ao centro das memórias,

onde se arrastam espectros
e pronunciam palavras mortas.


libertar as aves no centro da terra,
quando se invoca o nome ausente,
convoca as dores antigas
das mulheres ensimesmadas.

são as mulheres que movem
as asas da humana condição.
habitam-nas as estórias
do amor e do fel, e os cabelos
perdidos, e os dedos suspensos,
e os corpos dilatados
de todas as paixões.

é delas, o mundo.

[é delas, o mundo
a que não pertencem,
nunca, os amores
possíveis],

porque as mulheres são
impossibilidade,
presente e futuro,
e as memórias todas
de todas as aves. e todos
os nomes ausentes
sobre a pele salgada

de ontem.

Susana Duarte
Blog Terra de Encanto
Facebook



Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/e-delas-susana-duarte.html

Na década de 50, um jornalista criticou Marilyn Monroe dizendo que a beleza dela se devia aos seus vestidos e roupas extravagantes e invulgares. Marilyn fez uma sessão de fotos como resposta, usando um saco de batatas.

#girlpower

Sharkinho
@sharkinho no Twitter





Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/nunca-pensei-desejar-andar-batatada.html

Barco de sereias - 22Jan2019 07:00:00
Grande prato de porcelana da Rosenthal com uma ilustração de Peynet em preto e dourado.
Junta-se a muitas outras peças de Raymond Peynet na minha colecção.








A colecção de arte erótica «a funda São» tem:
> 2.000 livros das temáticas do erotismo e da sexualidade, desde o ano de 1664 até aos nossos dias;
> 4.000 objectos diversos (quadros a óleo e acrílico, desenhos originais, gravuras, jogos, mecanismos e segredos, brinquedos, publicidade, artesanato, peças de design, selos, moedas, postais, calendários, antiguidades, estatuetas em diversos materiais e de diversas proveniências, etc.);
> muitas ideias para actividades complementares, loja e merchandising...

... procura parceiro [M/F]

Quem quiser investir neste projecto, pode contactar-me.

Visita a página da colecção no Facebook (e, já agora, também a minha página pessoal)

Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/barco-de-sereias.html


Postalinho da Meda - 21Jan2019 12:00:00
"Toma lá mais uma que não chega à racha.
Foto minha, descoberta pela Cristina Fraga, em Meda de Mouros."
Vicentezão




Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/postalinho-da-meda.html


«Extras para amamentação» - 20Jan2019 16:00:00
"A amamentação longe de casa faz com que muitas mães se sintam desconfortáveis. Elas recebem comentários negativos, é-lhes pedido para "fazer isso noutro lugar" e sentem-se envergonhadas. A organização belga «Kind en Gezin» quer que a amamentação seja algo novamente normal. Para fazer isso, inventaram «Extras para amamentar»: mães que amamentam os seus bebés no contexto de programas populares de televisão, séries, filmes ou vídeos. Ao trazer a amamentação de volta à cultura popular, os nossos Extras estão a tornar novamente a amamentação verdadeiramente parte da vida quotidiana."



Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/extras-para-amamentacao.html



entre o medo e a sombra,
a luz lenta
dos braços

(curvos sobre os poros,
e ocultos pela maresia:
algaço
despovoado de ondas)

entre a luz e o nada,
a sombra inequívoca
dos braços,

onda nova sobre a pele,
onde escreves mar
e desenhas

espaços de sono e de sonho
(e a mulher é
um rifte)

onde inscrevo as pedras

e vou

Susana Duarte
Blog Terra de Encanto
Facebook



Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/entre-o-medo-e-sombra-susana-duarte.html

«J'aime» - Mário Lima - 19Jan2019 12:00:00


"Gosto da penumbra silenciosa"

Mário Lima


Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/jaime-mario-lima.html

Tratado do amor físico, de 1963. Na página do título, uma gravura de C. Estienne, de 1546: «a dissecção das partes do corpo». Exemplar numerado: 1352 de 2500.
Uma pérola na minha colecção.





A colecção de arte erótica «a funda São» tem:
> 2.000 livros das temáticas do erotismo e da sexualidade, desde o ano de 1664 até aos nossos dias;
> 4.000 objectos diversos (quadros a óleo e acrílico, desenhos originais, gravuras, jogos, mecanismos e segredos, brinquedos, publicidade, artesanato, peças de design, selos, moedas, postais, calendários, antiguidades, estatuetas em diversos materiais e de diversas proveniências, etc.);
> muitas ideias para actividades complementares, loja e merchandising...

... procura parceiro [M/F]

Quem quiser investir neste projecto, pode contactar-me.

Visita a página da colecção no Facebook (e, já agora, também a minha página pessoal)

Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/traite-de-lamour-physique-hugo-von-dern.html


Faz a tua encomenda aqui.
Se quiseres, basta mencionares no formulário e posso enviar-te o DiciOrdinário com uma dedicatória.




Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/diciordinario-porque-ser-ordinario-nao.html

#batebatecoração - Ruim - 18Jan2019 07:00:00
De vez em quando, durante aquelas arrumações em que basicamente passamos tralhas de um caixote velho para outro caixote mais recente, deparo-me com recuerdos de ex namoradas. Tirando alguma doença venérea oculta que por aqui ande a fermentar no tecido pichal, confesso que até gosto da reminiscência que estas recordações provocam. Por exemplo #vemaímerda, achei um CD que uma destas senhoras me ofereceu no Dia de São Valentim.

E o que tem este CD de especial? Tem uma faixa áudio do bater do coração da pessoa. "Awwww!", dizem vocês todos em uníssono. Na altura fiquei super impressionado. Mesmo. Mas depois pus-me a pensar como é que ela tinha feito aquilo, dado que até não era das pessoas mais brilhantes (a não ser que lhe atirassem com uma lâmpada nos cornos). A primeira versão foi "tenho um amigo que tem equipamento especial de gravação e conseguiu fazer isso". "Awwww!", disse eu. Mas depois pus-me a pensar "mas que c#ralho de equipamento da NASA é que consegue gravar o som da batida de um coração?". Até pode ser que exista, mas aquilo não colou para o meu lado. Após alguma insistência, confessou que tirou um ficheiro mp3 da net e o converteu para o formato áudio de um CD. Fiquei dividido. Por um lado, não sabia que aquela atrasada mental sabia converter ficheiros mp3 para o fomato áudio de CD e isso é de louvar, por outro, ofereceu-me a batida do coração de um estranho e isso é um bocado creepy.

Esta vaca ficou com a receita da mousse da minha mãe. E é mesmo da minha mãe, não foi uma receita sacada da net, ó sua deslavada.

Quando eu voltar a encontrar outra merda parecida, farei o devido relato.

Tenham um bom dia de trabalho.

Ruim
no facebook

Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/batebatecoracao-ruim.html

Escrevo-te regularmente,
Para que não me risques da memória,
Numa pauta está exposta fielmente,
Uma sinfonia de palavras que constroem história.

Não deixes empoeirar a alma,
Não te escondas nos silêncios,
Ouve estas palavras caiadas na palma,
De esperanças de futuros onde aromas de incensos,

Queimam expressões que só eu reconheço,
É a linguagem de almas antigas,
Estendida na reflexão de um novo começo,
A afirmação de toda a realidade das vidas... E do que significas para mim,
A redescoberta do amor e para o amor,
Escrevo-te regularmente e assim,
Mantenho-te junto do meu coração, sem dor.

In A Cor Do Amor

Áurea Justo
no Facebook




Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/nao-deixes-empoeirar-alma-aurea-justo.html


Romance erótico publicado em 1992 pelo Círculo de Leitores, agora na minha colecção.


A colecção de arte erótica «a funda São» tem:
> 2.000 livros das temáticas do erotismo e da sexualidade, desde o ano de 1664 até aos nossos dias;
> 4.000 objectos diversos (quadros a óleo e acrílico, desenhos originais, gravuras, jogos, mecanismos e segredos, brinquedos, publicidade, artesanato, peças de design, selos, moedas, postais, calendários, antiguidades, estatuetas em diversos materiais e de diversas proveniências, etc.);
> muitas ideias para actividades complementares, loja e merchandising...

... procura parceiro [M/F]

Quem quiser investir neste projecto, pode contactar-me.

Visita a página da colecção no Facebook (e, já agora, também a minha página pessoal)

Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/as-memorias-de-dolly-morton-georges.html


Parte de mim - 16Jan2019 12:00:00
Nunca te perdi de vista mesmo quando teimavas em tornar-te apenas um vulto. Não me esqueço que, nos meus braços, choraste quando eu mal te conhecia. Estava novamente a fazer o papel de porto de abrigo. Nas pedras duras do quotidiano, chocaste contra mim, em horas decidi o quanto eras especial, mais umas horas e tu percebeste o quanto eu era especial para ti.
Não, o mundo não desapareceu quando estávamos juntos e essa foi a melhor parte: nós fazíamos parte do mundo, esses teus olhos verdes, cheios de sofrimento queriam mimo e mimo tiveste, queriam sexo e sexo tiveste, queriam alguém que te ouvisse confessar aquilo que nunca havias dito e eu ouvi-te.

Até ao escândalo...

Nada nos impediu de nos voltarmos a encontrar, nem eu , nem tu sabemos explicar aquilo que nos faz sentar num carro e falar ou estar em silêncio.

És uma parte de mim.



Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/parte-de-mim.html

Estou a pensar numa alternativa. Que como todos sabem é uma nativa que trabalha num bar de alterne.

Patife
@FF_Patife no Twitter

Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/patife-tens-jeito-para-dares-sugestoes.html

«não ouses» - Susana Duarte - 15Jan2019 16:00:00


partiste,
e ficaste no recanto escuro
do teu inferno
sem asas.

não ouses voltar
a tirar, das flores,
as pétalas.

não ouses roubar
as asas das borboletas.

Susana Duarte
Blog Terra de Encanto
Facebook



Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/nao-ouses-susana-duarte.html


Glossário de 1883 com críticas e brincadeiras sobre Émile Zola e os seus seguidores, usando excertos de obras dele, não necessariamente de carácter sexual, como o título poderia indicar. Ambrose Macrobius seria o pseudónimo de Antoine Laporte, livreiro do final do século XIX.
Uma pérola histórica na minha colecção.









A colecção de arte erótica «a funda São» tem:
> 2.000 livros das temáticas do erotismo e da sexualidade, desde o ano de 1664 até aos nossos dias;
> 4.000 objectos diversos (quadros a óleo e acrílico, desenhos originais, gravuras, jogos, mecanismos e segredos, brinquedos, publicidade, artesanato, peças de design, selos, moedas, postais, calendários, antiguidades, estatuetas em diversos materiais e de diversas proveniências, etc.);
> muitas ideias para actividades complementares, loja e merchandising...

... procura parceiro [M/F]

Quem quiser investir neste projecto, pode contactar-me.

Visita a página da colecção no Facebook (e, já agora, também a minha página pessoal)

Fonte: http://blog.afundasao.com/2019/01/la-flore-pornographique-glossaire-de.html